CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

Pages

ADIEMUS FELIZ

AMIGOS ADIEMUS

Nº DE ACESSOS

MINHA FLOR PREFERIDA

MINHA FLOR PREFERIDA

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

ALERTA PARA A HUMANIDADE (texto recebido no ano de 1970)


(...)
O homem procura o salto para fora de sua atmosfera, mas polui toda essa atmosfera. Eu vos aviso e isto já vinha dizendo: começou uma nova glaciação. Se não cuidardes de vossos mares, em pouco tempo a vida, que foi primária em vosso mundo, desaparecerá.
Tereis, ainda, água com substância molecular como a conheceis, mas por um processo químico que vós mesmos manejastes sem saber, deixará de receber o fluido eletromagnético que forma o plancto do qual a vida pode tirar energias para subsistir.
Jamais, em tempo algum, desde o início da formação de vosso planeta, esteve ele tão perto de sua destruição total. Estamos procurando eliminar essas situações, incutindo no pensamento de vossos governantes a necessidade urgente de modificações, pois encontramos naqueles que os assessoram, naqueles que fomentam as guerras, a necessidade de destruir uma grande parte do mundo para eles usufruírem o resto que permanecerá.
Eu vos digo, em verdade, se isso acontecer, se essas criaturas manejarem os cordéis dessa forma, nós faremos passar todas as criaturas em vosso planeta e este se tornará um mundo estéril.
Pedimos, pois: atentai para aqueles que pensam em criar condições mais amenas em vosso planeta. Sempre que puderdes, lançai uma palavra como semente de encorajamento para esta guerra, mas guerra de paz e equilíbrio entre as criaturas.
Pensai que, se não existir uma árvore, se não existir um ser qualquer, vossa existência também não será. Pensai, também, que a natureza está sentindo no homem como um tumor que está lhe machucando a pele e procura expulsá-lo de seu seio.
Olhai a natureza, não como um fim, olhai-a como um meio que vos deu a Divindade para a evolução. Eu vos peço, queridos amigos, pensai bem nisso que eu vos disse; pensai muito, pensai em vosso espírito, pensai em vossa alma, mas pensai, também, que precisais do corpo como o veículo evolutivo, e se esse corpo tridimensional como ele é necessita de um solo firme, de um ar para respirar, deixai que o progresso material aparente e que vosso mundo já adquiriu se transforme também num progresso para que vosso organismo não precise, bruscamente, modificar seu sistema, para adaptar-se ao meio que possa advir em vossa Terra.
Para essa adaptação, então, as profecias serão realizadas, mas não da forma que vos foram apresentadas e sim de uma forma que não entendestes ainda, quando falaram nos quatro cavaleiros do Apocalipse. Era a transformação de um para outro e de outro para outro mais. Assim, o homem talvez precise desta transformação, se nós não conseguirmos modificar, inclusive, seu embasamento. Patologicamente, o homem mudará de feição.



Livro: O Protocolo de Makalou
Denizard Souza (orientação editorial), Espíritos Diversos

Nota de Fernando Peron (dezembro de 2010):
Obra publicada em 1991, mas cujo conteúdo foi desenvolvido com a colaboração de vários médiuns e sensitivos a partir dos anos 1970.


1 COMENTE AQUI:

Sotnas disse...

Olá Mara, desejo que tudo esteja bem contigo!
Pois é Mara, o ser humano em sua cega teimosia não se dá conta que nem o planeta e nem a raça humana suportaria outra reciclagem, seria o extermínio!
Interessante texto Mara, e claro, preocupante. Pois vemos que continuam a se repetir os mesmos erros!
Desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, obrigado pelo carinho das visitas e comentários, abraços e até mais!

ÍNDICE DOS PENSAMENTOS

ÍNDICE DOS PROVÉRBIOS

ARQUIVO

NOSSO 1º PRÊMIO - SELO RECEBIDO DA VEJA BLOG OS MELHORES BLOGS DO BRASIL